CCEA – Lucas Melo dos Santos

Conheci o Centro Cultural há pouco mais de 2 anos e nesse tempo posso afirmar que aqui é o melhor lugar para um jovem obter conhecimento e iniciar sua carreira no mercado de trabalho. Nele obtive uma série de conhecimentos que até então não tinha. Fiz diversos cursos, amigos e participei de várias oficinas.
Hoje tenho o privilégio de dizer que faço parte dessa equipe que antes de tudo é uma Família, que colabora e incentiva o aprendizado e desenvolvimento de vários jovens, adolescentes e adultos de modo geral.
Antes de conhecer o Centro Cultural eu era um jovem totalmente diferente do que sou hoje, era extremamente tímido e “introspectivo”.
Com as diversas disciplinas que aprendi no Rito de Passagem, hoje eu já sei dar a minha opinião e sei me expressar melhor, coisa que antes não acontecia.
Nesse tempo que trabalho no Centro Cultural, pude evoluir e aprender com cada uma das pessoas que fazem parte desse time de grande sucesso.
Ao fim desse ciclo levarei comigo um misto de gratidão e felicidade: Gratidão por todas as pessoas que acreditaram em mim e no meu potencial e felicidade por fazer parte dessa história de garra, perseverança e amor que começou com pouquíssimas pessoas há 20 anos atrás e hoje envolve centenas de pessoas, todas com um só propósito que nada mais é do que levar o amor e o conhecimento a todos.
Termino agradecendo mais uma vez aos que fizeram, fazem e farão parte do Centro Cultural Escrava Anastácia e dizer, que esses 20 anos são só o começo de uma linda história que vem pela frente.


Compartilhe esta publicação