Curso Técnico de Manutenção de Aeronaves do SENAI Palhoça ganha relevância nacional

O Curso Técnico de Manutenção de Aeronaves em Célula, promovido pelo Senai (Serviço Nacional de Aprendizado Industrial), em Palhoça, recebeu, em 2021, o certificado de aspecto estratégico da escola, do Ministério da Defesa, que concedeu, ainda, o selo de Empresa Estratégica de Defesa.

Com cerca de 500 alunos já formados desde 2009, e empregados em companhias aéreas e em empresas de manutenção de aviões e de helicóptero, o curso passou a ser referência na formação de mão-de-obra e no treinamento de técnicos de outros países e de várias empresas e governos estaduais.

No ano passado, a Fiesc (Federação das Indústrias de Santa Catarina) firmou convênio com o Instituto Vilson Groh (IVG) e a Associação João Paulo II (organização da Rede IVG, que atua na Comunidade da Praia, em Palhoça), cedendo 100 vagas para jovens em vulnerabilidade socioeconômica.

Segundo o instrutor do curso, Rafael de Borba, em entrevista para a ND, a turma está em andamento e que o desempenho dos alunos é bom. A seleção ficou a cargo do Instituto, em parceria com o departamento de pedagogia do Senai, seguindo critérios da política nacional de assistência social.

O instrutor ainda afirma que a escola está se tornando referência nacional e internacional e recebeu, no ano passado, delegações da Rússia e do Paraguai para treinamento de técnicos. “Isso mostra a importância, a capacidade que o nosso corpo técnico de especialistas tem. Isso tudo vai chegando ao público, às empresas, aos órgãos de forma geral, então isso é fantástico”, comenta.

Mais informações sobre o Curso Técnico de Manutenção de Aeronaves

O salário inicial de um mecânico de aeronaves é R$ 2.400,00, em média. O profissional é muito procurado por grandes empresas aéreas, e por aquelas que operam na manutenção de aeronaves ou no ramo de táxi aéreo com aviões ou helicópteros e, também, pela aviação particular ligada a diversas áreas, como o transporte de executivos, instrução de aviação e a agricultura.


Para saber mais sobre o curso, entre contato conosco pelo telefone (48) 3039-1828, (48) 9 9117-6104 ou pelo e-mail ivg@redeivg.org.br.

Com informações da reportagem de José Carlos Sá, para o portal ND+.


Compartilhe esta publicação


Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.